O Hospital Marcelino Champagnat, integrante da Associação dos Hospitais do Estado do Paraná – Ahopar, em Curitiba, atua fortemente na prevenção de doenças – entre elas o câncer de próstata – com um serviço de check-up que oferece uma série de consultas médicas com especialistas e exames laboratoriais e de imagem realizadas em um único dia, no mesmo local.

O atendimento personalizado considera a faixa etária, sexo, hábitos de vida e antecedentes, além de características individuais, familiares, ambientais e profissionais do paciente para o melhor diagnóstico. O objetivo é prevenir problemas de saúde. 

Durante o Novembro Azul – movimento mundial para reforçar a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata – este serviço ganha destaque. A doença é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens brasileiros e as maiores vítimas são homens a partir dos 50 anos, além de pessoas com presença da doença em parentes de primeiro grau, como pai, irmão ou filho.

A coordenadora do check-up executivo do Hospital Marcelinho Champagnat e médica cardiologista, Aline Alexandra Iannoni de Moraes, explica que a ideia é avaliar o global para a detecção precoce de doenças cardiovasculares e neoplasias, como o câncer de próstata. “O paciente faz os exames e é avaliado por diversos profissionais como fisioterapeutas, psicólogos e nutricionistas”, explica. 

Tabagismo

No caso da prevenção especificamente do câncer de próstata, o paciente faz a dosagem do PSA, além do exame físico urológico. Segundo a médica, o que influencia muito neste caso é o estilo de vida do paciente, que deve ficar longe dos principais fatores de risco relativos ao câncer de próstata, e o principal deles é o tabagismo. “A indicação é a suspensão imediata desse hábito, e não tem aquela história de que a pessoa só fuma um cigarro por dia. Tem que parar totalmente”, afirma. Ela explica que o histórico familiar é muito importante e quem tem pai ou avô que tiveram câncer de próstata, deve fazer um check-up anualmente.

A ideia do check-up é fazer com que os especialistas conversem entre si e possam fazer uma avaliação global do paciente. “Realmente conseguimos fazer um acompanhamento para que a pessoas estejam a cada ano um pouco melhor “, complementa a médica.

O que é a próstata

A próstata é uma glândula masculina que tem forma de uma noz e fica logo abaixo da bexiga e à frente do reto. O órgão envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina é eliminada da bexiga.

O que é câncer de próstata?

Durante o funcionamento da próstata, algumas células podem se desenvolver e multiplicar de forma anormal, provocando o surgimento de um tumor. O câncer de próstata é o segundo mais incidente entre os homens no Brasil, apenas atrás do câncer de pele não melanoma. Estima-se 68.220 mil novos casos da doença no país, em 2018. O risco estimado é de cerca de 66,12 novos casos para cada 100 mil homens.

Sintomas

A doença pode não apresentar (ou apresentar poucos) sintomas em sua fase inicial. Em alguns casos, os sinais são parecidos com os do crescimento benigno da próstata (dificuldade de urinar, necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite). Na fase mais avançada, o paciente pode ter dores nos ossos, sintomas urinários ou, nos casos mais graves, infecção generalizada ou insuficiência renal.

Quando procurar o médico?

• Quando o homem perceber sinais e sintomas sugestivos da doença, como: dificuldade de urinar; diminuição do jato de urina; necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite; e sangue na urina. A detecção do câncer de próstata pode ser realizada com exames clínicos, laboratoriais ou radiológicos (diagnóstico precoce).

• Os homens sem sinais ou sintomas, mas pertencentes a grupos com maior chance de ter a doença, podem realizar com exames de toque retal e de sangue para avaliar a dosagem do PSA (Antígeno Prostático Específico).

Como é feito o diagnóstico de câncer de próstata?

O exame de PSA é solicitado anualmente para acompanhar as alterações específicas da próstata. O resultado, quando alterado, pode indicar situações como inflamações, infecções, hiperplasia (crescimento benigno) e também o surgimento do câncer de próstata. O toque retal e a dosagem do PSA servem para indicar a necessidade da biópsia da próstata (retirada e análise de fragmentos da glândula e única forma de confirmar uma suspeita de câncer). 

 Como prevenir?

Adotar hábitos saudáveis diminui o risco de várias doenças, inclusive o câncer. Recomendamos:

• Manter uma alimentação saudável e equilibrada;

• Não fumar;

• Identificar e tratar adequadamente a pressão alta, diabetes e problemas de colesterol

• Manter um peso saudável;

• Praticar regularmente atividades físicas;

O Hospital  Marcelino Champagnat faz parte da Associação dos Hospitais do Estado do Paraná – Ahopar, entidade de cunho associativo filiada à Federação Brasileira dos Hospitais (FBH). A associação congrega todos os serviços de saúde como hospitais, clínicas e casas de saúde públicas e privadas. O objetivo da associação é representar o segmento junto à sociedade e a instituições   públicas e privadas. Os serviços de saúde associados à Ahopar contam com assessoria jurídica, cursos de desenvolvimento e aprimoramento. A associação realiza todos os anos o Encontro Paranaense de Saúde, evento que é referência no sul do Brasil.